• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

    • Responsabilidade bancos
    • Banner Call for Papers
    • Local de prova
    • Banner eliminacao
    • Aviso de Desfazimento 2018
    • banner protocolo
    • Banner audin
    • abaixo assinado trabalho escravo

    Acervo resgata duas décadas da história do trabalho no interior de São Paulo

    Campinas - Setembro de 2018. O incêndio que atingiu o Museu Nacional do Rio de Janeiro queimou mais de 200 anos de história da civilização brasileira, um desastre incontável em termos econômicos e culturais. Mas felizmente, outras iniciativas tentam manter a nossa memória viva, sendo uma delas a criação do “Acervo MPT15”, uma coleção de documentos digitalizados que preserva a história de uma das instituições públicas mais relevantes do interior de São Paulo, o Ministério Público do Trabalho na 15ª Região, e por meio dela, tenta contar um pouco da trajetória das relações de trabalho no Brasil ao longo de 20 anos.

    Imprimir

    Seminário anuncia resultados de busca ativa do trabalho infantil em Presidente Prudente

    Presidente Prudente - O Ministério Público do Trabalho, representado pela procuradora Renata Crema Botasso, participou do Seminário "Trabalho Infantil: Busca Ativa, Abolição Já!", que aconteceu no dia 11 de setembro no salão nobre do Toledo Prudente Centro Universitário, em Presidente Prudente. No evento foi anunciado o resultado da pesquisa realizada na cidade com 19.098 alunos de 5 a 17 anos da rede pública de ensino, com o objetivo de mapear o trabalho de crianças e adolescentes.

    Imprimir

    Multinacional deve pagar indenização a trabalhadores que moravam em galinheiro

    Ribeirão Preto - A multinacional francesa Louis Dreyfus Commodities Agroindustrial S.A, que atua no segmento de comercialização e processamento de produtos agrícolas, foi condenada pela 1ª Vara do Trabalho de Franca (SP) ao pagamento de indenização por danos morais individuais no valor de R$ 20 mil para cada empregado submetido a condições degradantes em alojamentos desprovidos de conforto, higiene e segurança na cidade de Pedregulho, no interior de São Paulo, totalizando o valor indenizatório de R$ 680 mil, devido a 34 trabalhadores beneficiados. A ação é do Ministério Público do Trabalho em Ribeirão Preto. Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

    Imprimir

    TST reconhece a competência do CEREST na fiscalização de normas de saúde e segurança do trabalho

    Brasília - O Tribunal Superior do Trabalho (TST) deu provimento ao recurso de revista interposto pelo Ministério Público do Trabalho, proferindo decisão judicial que declara a competência do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) para fiscalizar e autuar empresas pelo descumprimento de normas de saúde e segurança do trabalho. O acórdão foi proferido nos autos de uma ação anulatória ajuizada em 2012 pela empresa Pirelli Pneus Ltda. em face do Município de Campinas.

    Imprimir

    Sentença determina que CPFL enquadre trabalhadores na categoria de eletricitários

    Campinas - A 10° Vara do Trabalho de Campinas condenou a CPFL Serviços, Equipamentos, Indústria e Comércio S.A. a declarar o correto enquadramento sindical dos trabalhadores da empresa na categoria profissional de eletricitários, de forma que eles recebam seus salários de acordo com o piso estabelecido em acordos e convenções coletivas do segmento em que realmente atuam. A ação civil pública é do Ministério Público do Trabalho (MPT). Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos