• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Natal Sem Fome: populações vulneráveis de Campinas receberão 2500 cestas de alimentos

  • Banner Chamamento
  • Banner MPT na escola
  • Denuncia Covid
  • Banner atendimento
  • PELE PAE
  • Banner escala agosto
  • Banner Site Calendário 2021
  • Certidao Negativa
  • coronavirus

Natal Sem Fome: populações vulneráveis de Campinas receberão 2500 cestas de alimentos

Iniciativa integra Projeto Populações Vulneráveis, executado pelo NEPO-UNICAMP em parceria com o MPT e a Prefeitura Municipal de Campinas

Campinas - O Ministério Público do Trabalho (MPT) destinou o valor de R$ 280 mil, oriundo de dois acordos judiciais, para a ação “Natal Sem Fome”, dentro do Projeto Populações Vulneráveis, executado pelo Núcleo de Estudos de População “Elza Berquó” (NEPO) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). A verba será usada para a aquisição e distribuição de 2.500 cestas de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social de Campinas (SP), com foco na população de refugiados e imigrantes, catadores de materiais reciclados, mulheres vítimas de violência, mulheres trans e mulheres chefes de família. A ação contará com a parceria da Secretaria de Assistência Social, Pessoas com Deficiência e Direitos Humanos da Prefeitura Municipal de Campinas.

O público beneficiado está sendo mapeado pela Diretoria de Direitos Humanos/SMASDH, bem como as áreas onde haverá a distribuição das cestas. No próximo dia 22 de dezembro, às 14h, as primeiras entregas acontecerão para populações em situação de vulnerabilidade social da região do Aeroporto Internacional de Viracopos.

Segundo a procuradora Catarina von Zuben, a ação é oportuna para o momento social em que vivemos. “As famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social foram as mais prejudicadas com os impactos econômicos gerados pela pandemia de Covid-19. Esperamos que essa parceria estratégica com o NEPO, através da ação “Natal Sem Fome”, possibilite um final de ano mais feliz para aqueles que mais sofrem”, afirma.

Para a coordenadora do projeto no NEPO-UNICAMP, Rosana Baeninger , "a iniciativa conjunta do MPT fortalece as ações da Universidade com a sociedade neste momento de trágica pandemia", destaca.

Além da ação “Natal Sem Fome”, o Projeto Populações Vulneráveis foi responsável pela ação “Abrace Essa Causa: Use Máscara”, que distribuiu em 2020 milhares de máscaras de proteção contra o coronavírus para populações vulneráveis, fabricadas a partir da economia criativa, por um grupo de artesãos e artesãs composto por imigrantes, refugiados e outros públicos.

Além disso, a parceria do NEPO-UNICAMP com o MPT proporcionou a viabilização de pesquisas voltadas à demografia e estudos populacionais, que resultaram nos Atlas de Migrações Internacionais para a Região de Campinas e Macrometrópole Paulista. Trata-se de compilações de diferentes fontes sobre dados referentes aos imigrantes que chegaram a partes distintas do país.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos